VÁ, MAS NEM TODOS


“... Não há de ser assim; ide somente vós, os homens, e servi ao Senhor... E os expulsaram da presença de Faraó” Ex 10.10,11

Tendo Faraó fracassado em suas duas primeiras propostas, na tentativa de reter o povo de Israel na escravidão, partiu para sua terceira cartada. Sugeriu a Moisés para ir com o povo, mas deixar no Egito as crianças e os jovens. Faraó está insinuando que o lugar para os jovens desfrutarem a vida é no Egito e que levantar altares a Deus é uma atividade para velhos. Faraó quer induzir Moisés a pensar que o culto a Deus não tem atrativos para os jovens e por isso eles devem ficar no Egito, onde os prazeres são mais vibrantes. Essa mentira de Faraó assume novas roupagens hoje. Muitos jovens abandonam as fileiras da fé para retrocederem aos prazeres transitórios do pecado. Por amarem ao mundo e se conformarem com ele, afastam-se da comunhão dos santos e se assentam na roda dos escarnecedores. Moisés, com firmeza pétrea, resiste à proposta de Faraó e não abre mão das crianças nem dos jovens. A família não pode estar dividida. Velhos, jovens e crianças, todos, devem estar na presença de Deus, a serviço de Deus, pois o lugar dos jovens desfrutarem a vida e encontrarem plenitude de alegria é na presença de Deus. Os banquetes do mundo podem ser atrativos, mas terminam em cinzas. As alegrias do mundo podem ser intensas, mas acabam em lágrimas. Não escute Faraó!

(Fonte: Devocionário Cada Dia - Hernandes Dias Lopes)