COMISSÃO NACIONAL PRESBITERIANA DE EDUCAÇÃO


A reunião da Comissão Executiva do Supremo Concílio de 2008, como muitas outras, foi uma divisora de águas no tocante ao tema Educação. Como todos sabem, a Igreja Presbiteriana do Brasil dedica atenção à Educação Religiosa e à Educação Teológica há muitos anos.

Em 1994 passou a dedicar-se também à Educação Formal, ligada ao sistema educacional brasileiro, por meio da criação da Federação Nacional de Escolas Presbiterianas (FENEP). O trabalho inicial objetivava a reunião de todas as escolas presbiterianas do país em uma Federação, cujas finalidades incluíam a cooperação técnico-pedagógica e administrativa, bem como o compartilhamento de experiências e produção de materiais didático-pedagógicos. O esforço dos dirigentes da FENEP trouxe resultados expressivos, culminando na necessidade de implementar uma nova sistemática de trabalho que, ao final, redundou na criação da Associação Nacional de Escolas Presbiterianas (ANEP) no ano 2000.

Mãe e filha passaram a trabalhar juntas, com agendas parecidas e competências sobrepostas. Sabiamente o Supremo Concílio, em 2006, determinou que as duas entidades estabelecessem suas prioridades e campos de trabalho. Assim se fez. Desde fevereiro de 2007, em reunião conjunta das diretorias da FENEP e do Conselho de Administração da ANEP, o assunto foi estudado e traduzido em ações que reposicionaram o papel da FENEP e da ANEP.

A Comissão Executiva do SC-IPB 2008 recebeu três documentos oriundos dos dois órgãos. O estatuto da ANEP foi reformado, seu Regimento Interno foi aprovado e o Regimento Interno da FENEP também foi reformado, transformando-a em Comissão Nacional Presbiteriana de Educação (CONAPE).

A CONAPE terá como objetivos principais: a) incentivar e fomentar a educação do ser humano, em sua formação intelectual, científica, profissional e religiosa sob a ótica da cosmovisão cristã reformada no âmbito da Igreja e de suas instituições; b) incentivar as igrejas jurisdicionadas à IPB a redescobrir sua missão educacional, pela qual sejam estimuladas a criar novas escolas e expandir as já existentes; c) promover encontros periódicos regionais e nacionais envolvendo os concílios da Igreja e representantes de instituições educacionais presbiterianas, para a realização de: intercâmbios, troca de experiências, inspiração mútua e debate de problemas; d) incentivar a produção de publicações versando sobre a cosmovisão reformada da educação formal; e) participar da ANEP – Associação Nacional de Escolas Presbiterianas, por meio de sua diretoria. f) apresentar relatório anual à CE-SC/ IPB e, quadrienalmente ao SC/IPB”.

Trata-se, portanto, de uma nova postura da IPB em relação à educação, ou seja, é a voz da IPB, se necessário, junto ao MEC. De um lado a Igreja terá um órgão dedicado à reflexão e promoção da cosmovisão cristã reformada de educação junto aos seus concílios e órgãos afins, bem como uma voz confessional perante o sistema educacional brasileiro. Ao mesmo tempo, e de outro lado, a Igreja terá outro órgão que reunirá suas escolas, oferecendo-lhes toda a atenção didática, pedagógica e administrativa.

Como não poderia deixar de ser, CONAPE e ANEP trabalharão verdadeiramente entrelaçadas. Até o Supremo Concílio de 2010, os atuais representantes do Associado Vitalício (IPB) junto à ANEP foram agregados à CONAPE, para dela participarem. A partir de 2010, a diretoria da CONAPE, eleita por seus pares, será membro nato da Assembléia da ANEP. Do mesmo modo, membros do Conselho de Administração da ANEP poderão ser nomeados membros da CONAPE, a critério do Supremo Concílio.

A Educação Formal, portanto, passa a ser um alvo mais amplo para a IPB. Além de prestigiar nossas escolas e dar-lhes suporte, vamos, com a ajuda de Deus, dedicar mais tempo à Filosofia Cristã de Educação e à propagação de suas influências

Administração da CONAPE

A CONAPE é administrada por uma Diretoria constituída de quatro pessoas nomeadas pelo SC/IPB, escolhendo entre si:

  • Presidente
  • Vice-Presidente
  • Secretário Executivo
  • Tesoureiro

Obs.: Em caso de vacância CE-SC/IPB nomeará outra pessoa competente para suprir qualquer falta.

A Diretoria da CONAPE não perceberá qualquer remuneração pelo trabalho desenvolvido; sendo, entretanto, reembolsadas as despesas de viagem, hospedagem, alimentação e afins, quando no exercício dos seus cargos, sempre observados os critérios de maior economia.

Rev. Lamartine Gaspar de Oliveira

Diretoria da CONAPE

Titulares

  • Rev. Lamartine Gaspar de Oliveira (RJ)
  • Rev. Gilson Moreira (PR)
  • Rev. Geomário Moreira Carneiro (DF)
  • Rev. Jonas Candido Ferreira (GO)
  • Rev. Ademir Aguiar (SP)
  • Presb. Anderson Dias Cezar (RJ)
  • Presb. Uziel Gueiros (PE)

Suplentes

  • Rev. Samuel Sérgio La Banca (SC)
  • Rev. Jadilson de Oliveira Silva (PE)
  • Rev. Júlio César (ES)

Contato

Escritório da CONAPE
Telefones para Contato : (21) 2692.5894 / 2693.4837 / 9669.1261
E-mail : revlamar@superig.com.br
Rua Coronel José Muniz, 461 - Olinda - Nilópolis/ RJ
Cep 26545-060