SOFÁ RASGADO


“Porque, se meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me acolherá.” Salmos 27.10

Deus tomou a iniciativa de nos encontrar em nosso mundo desorganizado, quebrado, disforme. Afinal, que Deus é esse? Deus não é um senhorzinho barbudo de bochechas rosadas e de saúde frágil e voz rouca. Mas Deus também não é um chefe cósmico carrancudo, mal-humorado, que tem prazer em nos castigar e que precisa ter sua ira e impaciência aplacadas o tempo todo.

No início dos anos 90 meus pais viveram um momento muito delicado financeiramente. A imagem que mais me marcou nesse período foi a do sofá de casa. Era um sofá de três lugares velho e todo rasgado. Não tínhamos dinheiro para trocar de sofá. Quando chegava alguma visita, o que meus pais pediam? Que eu e meus dois irmãos ficássemos sentados exatamente em cima dos buracos no sofá (o meu era o braço do sofá). E ai de quem que se atrevesse a se levantar dali! Queríamos esconder o sofá rasgado a qualquer custo.

Às vezes na vida nós escondemos coisas sobre nós mesmos, coisas que não queremos que os outros saibam ou vejam. Porque se as pessoas souberem quem somos ou o que fazemos, elas vão nos deixar ou parar de nos admirar. Todos nós temos um arquivo secreto, esqueletos no armário, o nosso sofá esburacado que tentamos ocultar. Deus sabe quem você é. Apesar disso, ele é Deus com você. A pior parte de você não força Deus a desistir de você.

Giuliano Coccaro